Raiservet - Soluções em Informatização

Informatização de Fazendas,

Clínicas Veterinária e Pet Shop´s

 

 

Av. Beira Rio, 3.740

Bairro: São Matheus

Cuiabá - Mato Grosso

Cep: 78.015-000 

Tel. (65) 3627-6590


 

Notícias

02/12/2014

Preços das carnes tendem a seguir firmes nesse semestre no Brasil


 

Os preços das carnes deverão permanecer em níveis elevados no segundo semestre no Brasil, embora analistas vejam sinais de que essa valorização está próxima do limite, de forma que não deverá haver novas altas significativas em 2015.

Fortalecidas pela demanda externa, os preços das carnes bovina e suína não deverão sofrer pressão de uma grande oferta no próximo ano devido à restrição de boi gordo no Brasil e nos Estados Unidos e à expectativa de que um surto do vírus da diarreia suína epidêmica (PED) volte a atingir o plantel americano.

Nesse contexto, a carne de frango terá vantagem em competição, mesmo com o aumento esperado da oferta para o próximo ano. De acordo com a MB Agro, a diferença de preços entre as peças do dianteiro bovino e a carne de frango está em 93%, ante uma distância de 55% registrada há um ano, o que incentiva o consumo de carne de frango elimita a queda no preço.

A despeito do impacto sobre a inflação no segundo semestre, o comportamento dos preços do frango é bem mais favorável ao consumidor, quando comparado com o das carnes bovina e suína. De acordo com o Rabobank, o preço médio da carcaça bovina atingiu R$ 8,60 por quilo em outubro, aumento de 6,5% na comparação com a média de setembro. Na comparação com igual período de 2013, a alta é de 22,3%.

Fonte: Valor Econômico, resumida e adaptada pela Equipe BeefPoint.


 

 

voltar